Dicas para tratar a boqueira em casa

Sua Pele Saudavel Dicas de Saúde, Tratamento Caseiro 26-09-12 Dicas de Saúde, Tratamento Caseiro

Dicas para tratar a boqueira em casa

Este desconforto, chamada comissurite, conhecido popularmente como por boqueira, afeta os cantos da boca e produz uma infecção muito dolorosa.

Como podemos saber quando estamos sofrendo de boqueira?

Entre os sintomas mais comuns são pequenas fendas ou contusões que aparecem nos cantos da boca. É impossível ignorá-las, já que elas causam muita dor quando você vai comer, falar, gesticular, etc. Em alguns casos, também é possível distinguir este problema pelo aparecimento de pequenas crostas amareladas.

Por que as boqueiras aparecem?

Uma das causas principais do aparecimento das boqueiras é a falta de alguns nutrientes importantes, tais como ferro, vitamina B ou ácido fólico. Problemas digestivos ou intestinais muitas vezes também são as causas do aparecimento das boqueiras. Se o aparecimento de feridas for devido a problemas digestivos, é importante mudar os seus hábitos alimentares. Algumas doenças, como a diabetes também podem causar o aparecimento de boqueiras.

Remédios caseiros para tratar a boqueira:

– Se você ver que está começando a desenvolver a boqueira, você pode fazer a aplicação de vinagre com bicarbonato para que a boqueira não se desenvolva mais, e suma rapidamente, lembre-se, caso a boqueira ja seja uma feria aberta, não aplique o vinagre, pois isso vai causar uma dor terrível.

– Se as boqueiras já se tornaram feridas você pode aplicar mel na área afetada.

– Você pode aplicar também um pouco de pasta de dente, ela ajuda a acalmar as feridas. Embora no momento que você for aplicar, você vai sentir a área queimando e irritando um pouco, é importante esperar que a pasta de dente seque, depois enxague com água fria.

– Finalmente, sugerimos a aplicação, por um período de 15 minutos de sal iodado, isso vai te ajudar a curar rapidamente a boqueira.

Este Post te ajudou?
  Você já votou nesse Post.
Posts Relacionados:
Deixe sua opinião: